Conselheiros do TCE/PB investigados na Calvário são afastados por 120 dias

O Superior Tribunal de Justiça determinou, nesta quarta-feira (18), a suspensão do exercício da função pública, por 120 dias, de dois conselheiros do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Os nomes, porém, não foram divulgados.

Os membros também estão proibidos de ter acesso às instalações do Tribunal, bem como se comunicar com funcionários e membros da Corte. Ontem, três integrantes da Corte, Nominando Diniz, André Carlo Torres e Arthur Cunha Lima, foram alvos da sétima fase da Operação Calvário – Juízo Final.

Contra eles, foram autorizados mandados de busca e apreensão. Hoje, durante sessão do pleno, Arthur, Nominando e André Carlo afirmaram desconhecer os motivos que colocaram suas atuações como alvos da operação que investiga esquema de desvio de recursos públicos na Paraíba.

Do MaisPB