Concurso da PM ainda não tem data para ser republicado

Agora RN – Alvo de questionamentos no último mês devido ao baixo número de vagas para mulheres ou a idoneidade da empresa responsável pela realização das provas, o edital do concurso da Polícia Militar ainda não tem data para republicado. A informação é do secretário estadual de administração, Cristiano Feitosa. A previsão era que o certame fosse publicado na semana passada já com as alterações determinadas pela Justiça.

Essas alterações dizem respeito a adequação do edital a exigências legais que passam a valer em abril deste ano para ingresso na Polícia Militar do RN, como o nível superior também para soldados. O Governo do Estado já havia se manifestado favoravelmente a essas inclusões, contudo, na última semana, o processo acabou sendo alvo de novos questionamentos, um deles feito pelo Ministério Público do RN, sobre o número de vagas disponíveis para mulheres.

Isso porque das mil vagas abertas para a PM, apenas 62 são destinadas para o público feminino. Nesta segunda-feira, 12, o Governo do Estado foi ao Ministério Público prestar esclarecimentos, mas a solução ainda não parece resolvida.

Outro ponto alvo de questionamento foi o da empresa contratada para o certame, o Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo, o Ibade. Segundo a Associação de Praças da PM, o Instituto já seria alvo de investigações em outros estados.

Sobre o caso, o Governo do Estado afirmou que a dispensa de licitação para a contratação do Ibade “tem Fundamento Legal. A Searh contatou um total de oito empresas aptas a realizar o certame, do qual seis enviaram proposta. Das seis empresas, o Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo – IBADE foi a instituição que apresentou o menor preço. A Secretaria ainda não tomou conhecimento da referida representação”.