Colunista social é encontrado morto em casa, no Seridó

O colunista social José Santos Araújo, conhecido como J. Araújo, de 58 anos, foi encontrado morto em sua residência na manhã desta sexta-feira (30), no centro de Caicó. A causa da morte ainda não foi confirmada. O comunicador estava sozinho em casa e não havia sinais de violência.

De acordo com relatos de amigos e familiares, J. Araújo não era visto na rua desde a segunda-feira (26). Nesta sexta, contudo, os vizinhos sentiram um mau cheiro e acreditaram que o odor vinha da casa de J. Araújo. Então, uma sobrinha do colunista social foi chamada e conseguiu observar, da casa de uma vizinha, que J. Araújo estava morto em uma mesa dentro da casa, com o corpo em estágio de decomposição.

Segundo os relatos de vizinhos, J. Araújo tinha problemas de saúde. Além de ser diabético, ele tinha problema renal, sendo necessária a realização de sessões de hemodiálise, e tinha também complicações cardíacas. Ele também costumava deitar na mesa de casa como forma de aliviar as dores nas costas. E era nesta mesa em que seu corpo foi encontrado.

Não há relatos de que outras pessoas tivessem ido à residência durante a semana e o colunista, que morava sozinho, também não costumava receber ninguém com frequência. O Itep foi até o local e fez a retirada do corpo. Atualmente, J. Araújo atuava no Correio do Seridó e produzia a revista Seridó em Foco, voltada à cobertura de eventos sociais no Seridó.

Da Tribuna do Norte