Ciro e Cid Gomes são alvos de operação da Polícia Federal

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (15) uma operação contra esquema de fraudes e pagamentos de propinas a agentes políticos e servidores públicos em licitação para obras da Copa do Mundo de 2014 no estádio Castelão, em Fortaleza-CE. Na lista de alvos, está o ex-ministro Ciro Gomes e o seu irmão Cid Gomes, atual senador pelo Ceará.

Ao todo, 14 mandados de busca e apreensão expedidos pela 32ª Vara da Justiça Federal são cumpridos em domicílios investigados nas cidades de Fortaleza-CE, Meruoca-CE, Juazeiro do Norte-CE, São Paulo-SP, Belo Horizonte-MG e São Luís-MA. Foram mobilizados 80 agentes federais na operação.

As investigações tiveram início em 2017, quando foram identificados indícios do esquema criminoso, segundo a Polícia Federal. “Apurou-se indícios de pagamentos de 11 milhões de reais em propinas diretamente em dinheiro ou disfarçadas de doações eleitorais, com emissões de notas fiscais fraudulentas por empresas fantasmas.”

O esquema investigado data do período entre os anos de 2010 e 2013. Os investigados poderão responder pelos crimes de lavagem de dinheiro, fraudes em licitações, associação criminosa, corrupção ativa e passiva.