Ceres realiza seminário sobre questão agrária e luta camponesa

Em evento virtual, o Centro de Ensino Superior do Seridó (Ceres/UFRN) realiza o seminário Questão Agrária e Resistência Camponesa, promovido por meio do Departamento de Geografia da instituição. O evento, que está com inscrições abertas, será realizado ao longo de todo o mês de maio, a partir do dia 5, às 19h, sendo transmitido pelo YouTube e pelo Facebook

O seminário objetiva contextualizar os ataques e ameaças às territorialidades e sociabilidades aos povos camponeses, abordando também a falta de acesso à terra, à água, às sementes, à educação, entre outros elementos que são importantes às pessoas que vivem e trabalham no campo. 

Outro tema relevante para o evento é a resistência camponesa, exercida por meio da luta pela garantia, por exemplo, de reforma agrária, de educação, de agroecologia e de soberanias hídrica e alimentar.

Na coordenação do evento, está o professor adjunto de geografia do Ceres, Leandro Vieira Cavalcante. Para realizar o seminário, participam em conjunto a Escola Família Agrícola Jaguaribana Zé Maria do Tomé (EFA Jaguaribana, localizada em Tabuleiro do Norte/CE) e o Departamento de Geografia do Centro de Ensino Superior do Seridó (Ceres/UFRN). 

Há também a colaboração de coletivos, organizações e movimentos sociais do campo, como o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST),  Comissão Pastoral da Terra (CPT), Movimento Vinte e Um (M21), Organização Popular (OPA), Cáritas Diocesana de Limoeiro do Norte, Cáritas Diocesana de Caicó, Centro de Estudos do Trabalho e Assessoria ao Trabalhador (Cetra),  Articulação Semiárido Brasileiro (ASA), Terra de Direitos e Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Caicó.  

Projeto EFAOVIVO

O seminário ocorre no âmbito do projeto EFAOVIVO, da Escola Família Agrícola Jaguaribana Zé Maria do Tomé, que se empenha em discutir temáticas relacionadas à questão agrária e à resistência camponesa, com educação do campo. Os debates virtuais do projeto são realizados uma vez por semana e transmitidos pelos canais do YouTube e do Facebook da escola.