CBH-PPA participa de apresentação do Projeto Seridó

O Comitê da Bacia Hidrográfica do Piancó-Piranhas-Açu participou nesta segunda-feira (10/06) de audiência pública que apresentou o Projeto Seridó que vai garantir Segurança Hídrica para a região do Seridó. O projeto faz parte do Plano de Recursos Hídricos da bacia integra o Plano Nacional de Segurança Hídrica.

O objetivo do projeto é garantir oferta hídrica pelos próximos 50 anos através do uso das águas do Projeto de Integração do Rio São Francisco com Bacias Hidrográficas do Nordeste Sententrional – PISF. A ideia é interligar as adutoras já existentes com as que estão projetadas, criando um grande cinturão de águas e estruturando as cidades para que elas passem pelos períodos de seca sem grandes transtornos.

Para Rômulo Macedo, engenheiro Civil e consultor do Governo do RN, a interligação de adutoras garante água mesmo em períodos de estiagem. “Esse projeto, uma vez implantando, vai disponibilizar água para a população até o ano de 2070 para todas as cidades. Serão feitos vários sistemas adutores com captação na barragem Armando Ribeiro Gonçalves, na Barragem de Oiticica e em outras barragens do Seridó. Além disso, teremos a integração do Projeto do São Francisco. Portanto, teremos uma redenção hídrica para essa região”, explicou.

De acordo com o presidente do CBH PPA, Paulo Varela, o projeto nasceu do anseio e da necessidade popular em parceria com o comitê. “O Comitê vem lutando por essa obra desde o Plano de Recursos Hídricos da bacia. É preciso que a gente tenha em mente que, além da água, precisamos fazer a sua distribuição, ou seja, fazer chegar até a casa da população. Por isso, temos o Projeto Seridó, que cumpre esse papel social. É levar água, ter disponibilidade e acessibilidade para as pessoas”.

Confira a reportagem