Capital do Maranhão, São Luís atinge 100% de ocupação de UTIs para Covid-19

Depois de Ceará e Pernambuco, o Maranhão é o mais novo estado do Nordeste a enfrentar uma escalada de casos do novo coronavírus. O estado enfrenta um cenário de colapso do sistema público de saúde da capital e corre contra o tempo para a instalação de novos leitos. Nesta terça-feira (28), a cidade de São Luís atingiu 100% de ocupação dos 112 das UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) da rede estadual destinadas ao tratamento de Covid-19. Nos 267 leitos de enfermaria, a ocupação é de 63,7%.

A escassez de leitos é resultado da rápida progressão da doença no estado, que chegou a 2.084 casos registrados. Em apenas uma semana, entre 21 e 28 de abril, o número de mortes pela Covid-19 saltou de 66 para 166. Apenas nesta terça-feira (28) foram 21 novos óbitos registrados. Diante da escalada dos casos, o governador Flávio Dino (PCdoB) afirmou que vai endurecer as regras de circulação de pessoas na Ilha de São Luís, que inclui os municípios de São Luís, Paço do Limiar, Raposa e São José de Ribamar. Informou a Folha de S. Paulo.

A cidade de São Luís atingiu 100% de ocupação dos 112 das UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) da rede estadual destinadas ao tratamento de Covid-19. Nos 267 leitos de enfermaria, a ocupação é de 63,7%.