Câmara realiza audiência pública para debater “Impactos da pobreza na dignidade menstrual das mulheres e pessoas que menstruam”

A Câmara de Vereadores de Caicó realiza audiência pública de forma híbrida nesta quinta-feira (09), para debater os “Impactos da pobreza na dignidade menstrual das mulheres e pessoas que menstruam”. O debate foi proposto pelo vereador e professor Veranilson e pode ser acompanhado diretamente no plenário da Casa, como também pela TV Câmara (facebook.com/camaradecaico/live).

Os direitos humanos são inerentes a toda a população e a questão da menstruação está intrinsecamente relacionada à condição humana de mulheres, meninas, homens trans e pessoas não binárias que menstruam. O absorvente, embora não seja o item de higiene mais caro, ainda é um artigo de luxo para uma grande parte das mulheres.

No Brasil, mais da metade da população é de mulheres e uma parcela delas, as que vivem em situação de carceragem, em situação de rua ou fazem parte das classes economicamente menos favorecidas, frequentemente têm que recorrer a qualquer outro material para substituir o absorvente.

O uso de materiais inadequados como sacolas plásticas, jornal, papel higiênico, pedaços de papelão e até miolo de pão para conter o sangramento, combinados ainda com a troca infrequente dos absorventes, por motivo de economia, pode causar infecções e trazer riscos para a saúde. A privação desse direito acontece também quando falta acesso a insumos de saúde e as condições estruturais de higiene e cuidado são precárias ou inexistentes, como saneamento básico e o simples acesso à água.

A audiência espera contar com a presença de representantes da gestão pública municipal, Assistência Social, Saúde, Comunidade, Entidades de Mulheres, Movimentos Sociais, além da sociedade civil organizada.