Brasil volta a registrar 2ª menos mortal em mais de 6 meses

O Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) informou nesta segunda-feira (26) que o Brasil registrou 263 mortes pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2) nas últimas 24 horas, elevando para 157.397 o número de vítimas da pandemia.

O número diário registrado representa o menor do País desde o dia 20 de abril, hpa mais de seis meses, quando 116 mortes foram notificadas.

Esse recorde negativo dos últimos seis meses já tinha sido batido na última segunda-feira, quando foram registradas 271 mortes – oito a mais que os números de hoje. Vale lembrar que na segunda-feira retrasada (dia 12) o número foi menor (201 mortes), mas se trata de um dia atípico por conta da contagem inferior realizada nos feriados.

Segundo o boletim, a taxa de letalidade da doença se mantém em 2,9% e a de mortalidade está em 74,9 pessoas para cada 100 mil habitantes.

São Paulo continua sendo o estado, em números absolutos, a contabilizar mais mortes, com 38.753, seguido por Rio de Janeiro, com 20.213, Ceará (9.279), Minas Gerais (8.779) e Pernambuco (8.564).

Em relação à quantidade de contágios, o Conass revela que foram registrados 15.726 novos casos no período, aumentando para 5.409.854 o número de pessoas que já se contaminaram desde março no país. A taxa de incidência da covid-19 é de 2.574,3 a cada 100 mil moradores.

Também nesse ranking, São Paulo é o estado com mais casos em termos absolutos (1.092.843), seguido por Minas Gerais (349.512), Bahia (345.949) e Rio de Janeiro (302.746). A média móvel de casos nos últimos sete dias está em 24.019 e a de óbitos está em 460. 

Da Folha