Brasil evitou emissão de 200 mi toneladas de CO2 em 2023, diz Marina

Marina Silva

A ministra do Meio Ambiente e Mudança do Clima, Marina Silva, afirmou nesta 2ª feira (18.set.2023) que o governo federal conseguiu evitar a emissão de 200 milhões de toneladas de gás carbônico com a redução de 48% do desmatamento na Amazônia entre janeiro e agosto deste ano.

“O Brasil é, sem sombra de dúvidas, o país que reúne as melhoras condições e as melhores vantagens comparativas para enfrentar as agendas da adaptação, mitigação e transformação [do meio ambiente]”, declarou a ministra antes de anunciar o número no evento “Brasil em foco: mais verde e comprometido com o desenvolvimento sustentável”, promovido pela CNI (Confederação Nacional da Indústria) e Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), em Nova York (EUA).

Leia mais:

Marina afirmou também que, aliada à redução de CO2, o governo federal tem apostado em uma agenda de exploração sustentável das florestas. Para isso, segundo ela, o Ministério do Meio Ambiente pretende conceder 1 milhão de hectares de UCs (Unidades de Conservação) para plantio e cultivo até o fim de 2023.

“Até o final dos 4 anos do presidente Lula, queremos chegar a 5 milhões de hectares para gerar emprego e renda no país”, disse.

Na 1ª semana de setembro, o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) divulgou os dados de agosto sobre o desmatamento na Amazônia Legal. Segundo o órgão, os alertas no bioma caíram 66,11% no mês, em comparação ao mesmo período em 2022.

Fonte: Poder360