Biden erra e diz que a inflação estava em 9% quando assumiu os EUA

Joe Biden
"Estava em 9% quando entrei e agora caiu cerca de 3%", afirmou Biden (foto). Essa foi a 2ª vez, em menos uma semana, que o democrata fez tal afirmação

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, errou ao dizer que quando assumiu a Presidência dos Estados Unidos, em 2021, a taxa de inflação anual do país estava em 9%. No período em que o democrata foi empossado, a taxa era de 1,4%. A fala foi feita durante uma entrevista ao Yahoo, na 3ª feira (14.mai.2024)

“A inflação subiu um pouco”, disse Biden. “Estava em 9% quando entrei e agora caiu cerca de 3%”, afirmou. Essa foi a 2ª vez, em menos uma semana, que o democrata fez tal afirmação.

Em entrevista à CNN em 8 de maio, o presidente norte-americano afirmou que “nenhum presidente teve a corrida” dele “em termos de criação de empregos e redução da inflação”.

“Era 9% quando cheguei ao cargo, 9%, disse.

Durante o governo do democrata, a taxa de inflação nos Estados Unidos atingiu 9,1%, em julho de 2022. Esse foi o maior nível desde 1981, quando o país teve inflação de 9,6%.

Em resposta às críticas, a Casa Branca disse que o presidente estava se referindo aos fatores que causaram a inflação, os quais já existiam quando ele assumiu o cargo.

“A pandemia causou inflação em todo o mundo, perturbando nossa economia e quebrando nossas cadeias de abastecimento”, afirmou a presidência em e-mail enviado à CNN

Fonte: Poder360

© 2024 Blog do Marcos Dantas. Todos os direitos reservados.
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.