Após flagra de dinheiro entre as nádegas, aliados pedem a senador que se afaste de vice-liderança de Bolsonaro

No dia seguinte à operação contra desvio de recursos públicos que atingiu um de seus vice-líderes no Senado, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) marcou distância do senador Chico Rodrigues (DEM-RR) e afirmou que seu governo combate a corrupção, não importa quem seja o suspeito.

Em paralelo, aliados de Bolsonaro no Congresso enviaram mensagens a Rodrigues, que teve dinheiro vivo apreendido dentro de sua cueca pela Polícia Federal na quarta-feira (14) em Roraima, pedindo que ele se afaste da vice-liderança do governo no Senado, diante de uma situação que eles julgam como insustentável.

Da Folha