Aplicativo natalense promete bater gigante Uber em recursos e segurança

Nascerá em Natal um aplicativo de transporte de passageiros que promete bater o gigante Uber em vantagens financeiras, recursos tecnológicos e de segurança para motoristas e usuários. O Bella Driver tem sua operação marcada para iniciar em 8 de março. A data não foi escolhida à toa. O aplicativo começará a funcionar no Dia Internacional da Mulher e promete abrir o mercado para elas como motoristas e oferecer às usuárias mais segurança no uso do serviço de transporte.

Atualmente dos cerca de sete mil motoristas de aplicativo em atividade na região metropolitana de Natal, menos de 10% são mulheres. Incentivando elas a ocupar mais espaço, o Bella Driver quer garantir também o poder das usuárias optarem por serem transportas por motoristas do mesmo sexo.

O aplicativo foi desenvolvido por três anos, identificando minuciosamente todos os pontos fracos do maior concorrente. E assim, promete os melhores procedimentos de segurança e recursos para motoristas e passageiros. O Bella Driver será mais rígido no cadastramento de usuários, que terão suas informações pessoais checadas em bancos de dados públicos e privados, até terem o uso do aplicativo liberado.

Outro recurso de segurança inédito será o “botão de pânico”, tanto para motoristas quanto para passageiros que se sentirem ameaçados no decorrer da viagem. A opção aciona, via SMS, até cinco números cadastrados.

A empresa promete tarifas competitivas para usuários e melhor remuneração para condutores, além de oferecer uma rede de postos para descontos no abastecimento dos veículos cadastrados, entre outras vantagens também para passageiros. Outro recurso inédito será a central de acompanhamento, através da qual idosos ou pessoas com menos afinidade com a tecnologia dos aplicativos poderão solicitar um carro por telefone.

Acessando o aplicativo o usuário poderá não só escolher o sexo do condutor, mas também chamar um taxi, um motoboy, ou até alugar um carro. Tudo na mesma plataforma.

Além da capital potiguar, onde fica a sede da empresa, Fortaleza/CE, Caruaru/PE, Campinas/SP e Piracicaba/SP foram escolhidas para começar a operação do aplicativo no próximo dia 08. As cidades têm em comum os altos índices de violência urbana e/ou conflitos entre motoristas de aplicativo e passageiros.

Durante as três primeiras semanas de funcionamento, o faturamento que cabe ao aplicativo será totalmente doado à Liga Norteriograndense Contra o Câncer.

Oficialmente o cadastro de usuários começa no próximo dia 21, mas o aplicativo já está disponível nas lojas on line para download gratuito.