Amigos lamentam morte de fã de Taylor Swift durante show: ‘você era incrível’

Amigos lamentam morte de Ana Benevides, fã de Taylor Swift, durante show
Amigos lamentam morte de Ana Benevides, fã de Taylor Swift, durante show — Foto: Reprodução

Amigos lamentaram a morte de Ana Benevides, de apenas 23 anos, que acompanhava o show da cantora Taylor Swift na noite desta sexta no estádio Nilton Santos, Zona Norte do Rio, quando passou mal por conta do calor e morreu. Ela era estudante do curso de Psicologia da Universidade Federal de Rondonópolis (UFR), no Mato Grosso, da qual também fazia parte da atlética (organização esportiva universitária).

Nas redes sociais, o perfil da Valhalla, ligada ao curso de Psicologia da UFR, à qual Ana estava vinculada, foi um dos primeiros a prestar uma homenagem a ela.

“É com profundo pesar que lamentamos a perda da nossa diretora Ana Clara Benevides, que partiu deixando uma enorme vazio em nossos corações. Nossa sinceras condolências à família e amigos neste momento difícil, que encontre conforto nas lembranças e no amor que ela deixou como legado”, diz a publicação.

Em seguida, diversos amigos de Ana foram às redes sociais prestar homenagens a ela.

“Obrigado por ter sido uma das melhores companhias que eu já tive. Cuide de nós lá no céu, estrelinha”, lamentou um amigo. “Jamais pensei que precisaria postar isso aqui… mas você vai fazer muita falta, amiga, eu te amarei sempre e jamais irei te esquecer. […] Você foi embora jovem, mas tocou o coração de todos que tiveram a oportunidade de te conhecer”, disse uma amiga.

“Muito triste isso tudo, Deus conforte a família e amigos”, diz um mensagem. “Estou muito triste com essa notícia, você era incrível mesmo”, lembra outra.

Desde que a notícia da morte da jovem foi publicada, críticas à organizadora do evento também foram feitas. A empresa proibiu que o público entrasse no local do evento portando garrafas compradas do lado de fora do local, o que fez com que uma montanhas dessas embalagens ficassem acumuladas nos acessos ao Nilton Santos.

“Proibir a entrada em estádios com garrafa de água, que absurdo, velho”, criticou uma pessoa no Instagram. “Assumam a responsabilidade que precisam assumir e tratem os fãs com mais respeito”, afirmou outra.

Em suas redes sociais, Taylor Swift lamentou a morte de Ana, em um longo texto, no qual afirmou que sente “profundamente essa perda” e que está com o “coração partido”.

“Não acredito que estou escrevendo essas palavras, mas é com o coração partido que digo que perdemos um fã hoje à noite, antes do meu show. Eu nem posso te dizer o quão devastada estou com isso. Tenho muito pouca informação além do fato de que ela era incrivelmente linda e jovem demais. Não vou poder falar sobre isso no palco porque me sinto dominada pela tristeza […]. Essa foi a última coisa que pensei que aconteceria quando decidimos trazer essa turnê para o Brasil”, publicou a cantora em suas redes sociais.

Ao GLOBO, um amigo da vítima relatou que ela passou no início da apresentação, no momento em que a primeira música era executada no palco. Nas redes sociais, diversas pessoas que estavam no local reclamaram da proibição da entrada no local do show sem garrafas d’água, por conta de restrições impostas pela segurança no local.

“Descanse em paz, querida! Me lembro de você toda animada pro show, sua luz nunca vai ser esquecida”, diz um comentário na mais recente publicação de Ana em sua conta no Instagram. “Você não merecia isso. Meus sentimentos para a família e aos amigos nesse momento”, diz outra mensagem.

O caso ocorre em um dia de muito calor na capital fluminense. A estação meteorológica do Sistema Alerta Rio, da prefeitura do Rio, registrou em Guaratiba, na Zona Oeste, a maior sensação térmica desde 2014, quando foi iniciada a marcação.

No local, a sensação de calor chegou aos 59,3 graus, às 10h20, desta sexta-feira. É a segunda vez esta semana que o município do Rio atinge a maior sensação térmica da série histórica do Alerta Rio. Na terça-feira, a sensação chegou a 58,5 graus.

Fonte: O Globo

© 2024 Blog do Marcos Dantas. Todos os direitos reservados.
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.