Alagamentos e ventos intensos: Inmet emite alerta ‘perigo’ para Sudeste nesta sexta-feira; veja previsão

Chuvas intensas atingem Rio de Janeiro, Minas e Espírito Santo
Chuvas intensas atingem Rio de Janeiro, Minas e Espírito Santo — Foto: Gabriel de Paiva

A parte central do país terá uma sexta-feira chuvosa, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Um corredor de umidade foi formado e se estende do Norte ao Sudeste, com interferências no Centro-Oeste. O Inmet emitiu alertas de níveis amarelos e laranjas de chuvas intensas para as regiões.

Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo serão os estados mais atingidos por chuvas, nesta sexta-feira. De acordo com a meteorologista do Inmet Andrea Ramos, as precipitações surgiram a partir de um centro de baixa pressão, formado no litoral de São Paulo, na quarta.

— O fenômeno climático já está provocando chuvas, que vão persistir não só lá, mas em outras partes do país. Instabilidades ocorrerão nas regiões Centro-Oeste e Norte — explica.

Para a parte norte do Rio de Janeiro, sul do Espírito Santo e leste de Minas Gerais, o Inmet emitiu um alerta de “Perigo” de chuvas intensas, caracterizado por chuvas de até 100 mm/dia, com risco de corte de energia elétrica e de alagamentos. A recomendação é que a população não se abrigue embaixo de árvores e desligue aparelhos elétricos.

Para Goiás, Mato Grosso, Rondônia, Acre e Amazonas, o Inmet emitiu um alerta de nível amarelo de chuvas intensas, o que indica que a região terá precipitações de até 50 mm/dia, com ventos intensos. O risco de descargas elétricas e alagamentos é baixo e a recomendação é que a população fique longe de torres de transmissão e evite usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada.

Nesta sexta, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul terão muitas nuvens, com possibilidade de chuva ao longo de todo o dia. As temperaturas se elevam e ficam em torno de 30°C, com tempo aberto e ventos fracos a moderados.

Na quarta-feira, o Inmet alertou para a possibilidade de ocorrência de chuvas orográficas no estado de Santa Catarina, durante semana. Este tipo de precipitação é também conhecido como chuva de relevo e ocorre quando a nuvem encontra um obstáculo.

Os nordestinos permanecem sem chuvas nesta sexta, devido à atuação de um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN). O fenômeno impede que nuvens se formem, o que mantém o tempo aberto, quente e seco na região. As temperaturas ficam elevadas e a umidade mínima é de 50%.

Fonte: O Globo

© 2024 Blog do Marcos Dantas. Todos os direitos reservados.
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.