Zenaide Maia cobra retomada das obras da Reta Tabajara e discute com bancada ações para economia do RN


Nesta quarta-feira (09), a deputada federal Zenaide Maia teve uma agenda cheia com reuniões no TCU, com a bancada federal e indicação de uma instituição potiguar para o Prêmio Brasil Mais Inclusão 2017. A primeira reunião aconteceu no Tribunal de Contas da União – TCU, onde foi pedir agilidade no processo de retomada das obras da Reta Tabajara. As obras de duplicação foram suspensas por um processo do TCU. 

A deputada Zenaide Maia estava acompanhada da senadora Fátima Bezerra, representando a Bancada do RN. A reunião com o Ministro do TCU, Raimundo Carreiro, contou com as presenças do presidente Nacional do DNIT, Valter Silveira, e do presidente da Câmara Municipal de Macaíba, vereador Gelson Lima. “Fomos pedir o desmembramento de um processo para que as obras sejam retomadas. A Reta Tabajara é fundamental. Como fizeram várias lombadas e a obra está abandonada, está havendo muitos assaltos. Nós fomos cobrar agilidade no julgamento dessa medida cautelar, que foi tomada pelo TCU, para que as obras continuem”, disse Zenaide Maia.

Na sequência, a deputada participou da reunião da Bancada do RN que tenta buscar uma solução para atual situação financeira da Companhia Docas do Rio Grande do Norte – CODERN, além do terminal Salineiro ” Porto Ilha de Areia Branca”, que são de importância fundamental para a economia.

Também nesta quarta-feira, Zenaide Maia fez a indicação do Instituto de Educação e Reabilitação de Cegos do RN para ser uma das instituições vencedoras do Prêmio Brasil Mais Inclusão 2017. A solenidade de entrega do Prêmio será no dia 20 de setembro, no Plenário Ulysses Guimarães na Câmara dos Deputados, em Brasília. No ano passado, a Associação dos Deficientes Físicos do Estado do Rio Grande do Norte foi indicada pela deputada Zenaide Maia e foi contemplada com o prêmio.