Senado poderá criar comenda de Incentivo à Cultura


A Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) do Senado poderá aprovar, nesta terça-feira (26), o Projeto de Resolução do Senado 14/2017, que cria a comenda de Incentivo à Cultura Luís da Câmara Cascudo. A proposta, de iniciativa da senadora Fátima Bezerra, já teve parecer favorável apresentado pelo senador Lindbergh Farias. Câmara Cascudo foi um dos maiores estudiosos da cultura popular no Brasil.

Para Lindbergh, as contribuições do pesquisador vão além da etnografia. Sua obra foi importante também no campo da literatura, gastronomia, história e cultura da infância, o que mostra a riqueza de sua pesquisa. “Nesse sentido, é, sem dúvida, pertinente, justa e meritória a iniciativa ora proposta de instituir a Comenda de Incentivo à Cultura Luís da Câmara Cascudo, que proporcione ao Senado Federal a oportunidade de conferir um prêmio a pessoas que tenham contribuído para o fortalecimento da cultura, do folclore e dos saberes tradicionais no Brasil”, disse o parlamentar em seu relatório.

Para a autora da proposta, senadora Fátima Bezerra, a Comenda de Incentivo à Cultura Luís da Câmara Cascudo é, antes de tudo, um reconhecimento e uma homenagem do Senado Federal a esse tão importante estudioso de nossa cultura.

“Conferir um prêmio a pessoas, instituições e (ou) grupos que tenham contribuído para o fortalecimento da cultura, do folclore e dos saberes tradicionais no Brasil é, decerto, uma proposta que se insere entre as exceções possíveis. Ainda mais se tal prêmio levar o nome de um dos maiores estudiosos da cultura popular, como é o caso de Câmara Cascudo”, justificou.  A votação da proposta na Comissão de Educação acontece na reunião desta terça, marcada para ter início às 11h30, no plenário 15.