Semarh nega demissões em massa nas obras sociais da Barragem de Oiticicas

A título de esclarecimento dos fatos relatados no último post do Blog, sobre a construção da Nova Barra de Santana, a assessoria de imprensa da Secretaria de Recursos Hídricos do RN enviou a seguinte nota: 

Não houve nenhuma demissão em massa. O que acontece  durante a construção de uma grande obra como a Barragem de Oiticica é a desmobilização de frentes de trabalho que concluíram alguma ação específica, ou seja que cumpriram o serviço que estava programado para elas. Sendo assim, é comum que no decorrer da obra, sejam efetuadas demissões ou novas contratações, caso seja necessário. 

A Semarh está atenta e prioriza mão de obra local, que esteja apta tecnicamente para compor o quadro de funcionários das empresas contratadas para a execução do complexo de obras envolvidas na Barragem.

O ritmo da obra está vinculado à questão orçamentária. O que está sendo construído foi planejado em cima da garantia financeira recebida por parte do Governo Federal. Para o cumprimento dos prazos acordados é necessário que o Ministério da integração mantenha o ritmo e volume integral dos repasses. 

Isso foi frisado numa reunião realizada, esta semana, com diretor Geral do departamento, Angelo Guerra, para tratar de detalhes financeiros. As demandas que cabem o Governo do Estado estão sendo todas cumpridas. 

Neste momento, a Semarh aguarda a aprovação da nova nota técnica enviada ao DNOCS, onde foram incluídas as obras adicionais como a tomada de água para a transposição e a construção das agrovilas, sendo esta última um pleito do Movimento dos Atingidos pela Construção da Barragem, endossado pela Semarh.

Acreditamos na sensibilidade do Governo Federal, por meio do Dnocs e do Ministério da Integração, para que esta aprovação aconteça o mais rápido possível e que seja garantida a liberação dos recursos que permitirão o pleno andamento da obra e afastarão qualquer dúvida sobre paralisação.

Estamos  à disposição para qualquer outro esclarecimento. 

Assessoria de imprensa Semarh