São Gonçalo realizará mobilização contra o abuso sexual infantil

“O maior dano que fica depois do abuso sexual, além da questão física, é a relação de insegurança que a criança estabelece com o mundo. A dúvida sobre o que real se instala e o inconsciente traz à tona as imagens mais dolorosas”, disse a psicóloga Ilike Maia. É para coibir esse tipo de violência que a Prefeitura de São Gonçalo do Amarante, através da Secretaria Municipal do Trabalho, Assistência Social e Cidadania (SEMTASC), se prepara para realizar mais uma Campanha de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual Infantil.   

Serão três dias de palestras, vídeos, visitações e atividades socioeducativas nas escolas, nas unidades de atendimentos e nos espaços públicos da cidade. A programação começa na terça-feira (16/05) e se encerra na quinta-feira (18/05), que é o Dia Nacional do Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. O objetivo é despertar a população para colaborar com o poder público no enfrentamento a este tipo de crime.