RN perde voo charter direto de Milão


Falar do potencial turístico de Natal e do Rio Grande do Norte é lugar comum, unanimidade, mas mesmo com todos os atrativos naturais derivados da combinação sol, mar e dunas, o Estado acaba de perder para Pernambuco um voo charter vindo da Itália. Operado pela Linea Aerea Meridiana Fly, o charter internacional que fazia a rota Milão-Fortaleza-Natal-Milão fez seu primeiro pouso no Recife na última quinta-feira (6), e uma das justificativas levantadas foi a falta de natalenses interessados em atravessar o Atlântico.

O tema veio à tona após publicação de uma nota do empresário Ruy Gaspar, secretário Estadual de Turismo (Setur), onde tenta esclarecer os motivos para o fim do voo. Ele lembra que a operadora italiana comunicou a decisão de desviar a rota há cerca de quatro meses, e que o Governo do RN foi informado da impossibilidade de reverter a situação a curto prazo. “Promovemos o destino RN como não se fazia há pelo menos 15 anos na Itália”, escreveu Gaspar.