Relatório aponta riscos na qualidade da água consumida em Natal

Um relatório do Programa Nacional de Vigilância da Qualidade da Água para o Consumo Humano (Vigiágua) apontou que parte da água consumida em Natal está com o nível de cloro residual livre fora do padrão. O resultado foi divulgado pelo Departamento de Vigilância em Saúde (DVS) nessa segunda-feira (12).

Segundo o relatório, 39,47% das 190 amostras coletadas entre maio e agosto no município apresentaram nível de cloro fora do padrão, o que pode causar doenças de veiculação hídrica, como diarreias. O cloro é um importante desinfetante bacteriológico que evita a proliferação de microrganismos patógenos na água.

Os bairros que apresentaram os maiores índices de desconformidade do indicador cloro residual livre foram Felipe Camarão, Lagoa Nova e Lagoa Azul.