Marcos Dantas

Polícia apreende dinamites e máquina usada para lavar dinheiro de quadrilha que assaltava caixas eletrônicos


A Polícia Civil do Rio Grande do Norte prendeu, na manhã desta quinta-feira (3), seis pessoas suspeitas por envolvimento a ataques a caixas eletrônicos no Rio Grande do Norte. O grupo foi preso com diversas bananas de dinamite, utensílios para os arrombamentos e até uma máquina para lavar o dinheiro roubado. O grupo tinha pessoas do Rio Grande do Norte e de outros estados do Nordeste.

As prisões ocorreram em três pontos distintos. Em uma residência no Planalto, os policiais da Delegacia Especializada no Combate ao Crime Organizado (Deicor) prenderam Arimildo Silva de Lima, de 35 anos. Lá, os policiais encontraram boa parte do material usado nos ataques e também a máquina de lavar. Em Ponta Negra, os agentes efetuaram prisões em dois imóveis.

Em um apartamento no bairro estavam os pernambucanos Cícero Batista Rodrigues, de 33 anos, conhecido como Galeguinho de Euclides e foragido do sistema prisional de Pernambuco, e Marcos Antônio Lopes, 33 anos, preso anteriormente por explosão ao Banco do Brasil da cidade de São José de Campestre. Além deles, também foi preso Eduardo Pereira Costa, de 45 anos, conhecido como Baiano, que já tinha envolvimento a roubo a banco em Sergipe, e Lorena Lopes Santos, de 31 anos, que é a mulher de Marcos Antônio Lopes. Em uma casa no mesmo bairro foi preso Pedro Adelaide Cavalcante da Silva, de 41 anos, que é foragido de Alcaçuz.