Partidos sem representes na Assembleia Legislativa articulam coligação com novatos para 2018


Se as articulações para as chapas majoritárias no Rio Grande do Norte estão lentas, os nomes que pretendem concorrer a deputado estão conversando diariamente. Mantida para 2018 a regra proporcional com coligações partidárias, os dirigentes de siglas que hoje não tem representação na Assembleia Legislativa querem fazer uma aliança.

O PMB que tem o ex-prefeito de São Gonçalo do Amarante, Jaime Calado; O PV do ex-vereador natalense Bertone Marinho; O PPS que vai lançar novamente a advogada Laura Helena e o PTB hoje controlado pelo superintendente federal do Ministério da Agricultura no Rio Grande do Norte, Getúlio Batista querem a aliança. O Avante do advogado Fábio Holanda também poderá engrossar a coligação que sonha em eleger pelo menos três deputados estaduais no próximo ano.

PMN, PTB, PV, PPS e Avante hoje não tem representação na Assembleia Legislativa