Marcos Dantas

No Rio Grande do Norte, 47 mulheres são eleitas prefeitas


 Rosalba Ciarlini (PP) e a vice-prefeita Nayara Gadelha foram eleitas em Mossoró

Rosalba Ciarlini (PP) e a vice-prefeita Nayara Gadelha foram eleitas em Mossoró

Os eleitores de 47 municípios potiguares elegeram no último domingo (2) uma mulher para assumir a prefeitura nos próximos quatro anos. Assim, das 167 cidades do Rio Grande do Norte, 28,14% delas terão mulheres no poder executivo municipal.
Os partidos com maior representação feminina nas prefeituras são PMDB e PSD – cada um elegeu 15 prefeitas. O DEM elegeu oito mulheres, o PR venceu as eleições em três cidades e o PP ganhou a votação em dois municípios. PT, PSB, PSDB e PC do B elegeram uma prefeita cada.
No RN, as três mulheres mais votadas foram Rosalba Ciarlini, em Mossoró, com 67.476 votos, seguida de Drª. Fernanda, de Santa Cruz, votada por 13.034 eleitores e Fátima Marinho, que recebeu 9.817 votos em Canguaretama.
Dobra representação feminina na Câma Municipal de Natal
A partir de 2017, a Câmara de Vereadores de Natal passará a ter oito mulheres, o dobro do que tem atualmente. Das quatro vereadoras eleitas em 2012, três foram reeleitas no último domingo: Eleika Bezerra (PSL), Eudiane Macedo (SD) e Júlia Arruda (PDT). Segunda mais votada em Natal, Amanda Gurgel (PSTU) não conseguiu a reeleição por causa do quociente eleitoral.
Com 29 vereadores, a Câmara terá 14 novos nomes para o próximo mandato e cinco deles são de mulheres: Carla Dickson (PROS), Natália Bonavides (PT), Ana Paula (PSDC), Wilma de Faria (PT do B) e Nina Souza (PEN).