Indiferença do Governo Robinson deve impulsionar crescimento da Greve de servidores

O governador Robinson Faria tem se recusado a assumir o controle das negociações, enquanto Governo, com o movimento dos servidores em greve, que já conta com adesões da UERN, DETRAN e Saúde.

Para piorar a relação, Robinson tem determinado que o Governo “enfrente” o Movimento, e não só isso, tem tratado os servidores com frieza e indiferença, em muitas de suas declarações públicas. De acordo com José Joaquim coordenador regional do SindSaúde no Seridó, a própria postura do governador deve impulsionar o crescimento da greve.