Impasse desfalca escala de hospital de Macaíba


O impasse entre o Governo do Estado e a Cooperativa Médico do Rio Grande do Norte (Coopmed/RN), que cobra repasses da ordem de R$ 3 milhões em atraso, não ocasionou apenas a suspensão das cirurgias eletivas nos hospitais da rede privada que atendem via Sistema Único de Saúde (SUS). A dívida da Secretaria Estadual de Saúde (Sesap/RN) com a Coopmed está inviabilizando o fechamento da escala de médicos no Hospital Regional Alfredo Mesquita, no município de Macaíba, na região metropolitana de Natal.

Reinaugurado no último dia 13 de junho, a unidade já enfrenta dificuldades para prestar serviço à população por não ter obstetras e pediatras em número suficiente para fechar as escalas de serviço. A intenção do governo era completar a escala com médicos contratados através da Coopmed, no entanto, não houve acordo devido aos atrasos financeiros. A cooperativa de médicos ofereceria profissionais para os serviços de pediatria e de cirurgias de média complexidade.