Marcos Dantas

Forró, axé e swingueira: Carnatal 2016 inicia com mais de 6h de folia


carnatal-2016-visto-do-alto

A primeira noite de festa do Carnatal 2016 teve todos os ritmos para os foliões mais animados. O forró eletrônico de Jonas Esticado, que estreou no corredor com o bloco #VemcomJonas agitou os camarotes e empolgou as arquibancadas em Natal. No chão, muita alegria e irreverência. A festa também teve espaço para gestos em homenagem às vítimas da tragédia na Chapecoense, que vitimou a delegação da Chapecoense e jornalistas, na madrugada de terça-feira. No corredor da folia, torcedores exibiam bandeiras com as cores do clube catarinense. Um dos trios elétricos também trazia o escudo da Chape no para-brisa.

“Sou daqui de Natal mesmo, e comprei a bandeira na área externa da Arena das Dunas, por R$ 25. A gente veio se divertir, mas a homenagem à Chapecoense é justa. Eles merecem”, declarou o estudante Wagner Nunes.

 

Foliões do bloco Vumbora! prestam homenagem a Chapecoense no Carnatal (Foto: Augusto Gomes/G1)

Foliões do bloco Vumbora! prestam homenagem a Chapecoense no Carnatal (Foto: Augusto Gomes/G1)

O primeiro dia da micareta começou sob o comando do cantor Jonas Esticado, revelação do forró. Ele ainda contou com a participação especial de Kiko, vocalista da banda Chicabana, que cantou sucessos para empolgar o bloco #VemComJonas. “É minha primeira vez no Carnatal e estou muito feliz pelo carinho recebido por todos”, declarou Jonas, que tem apenas 22 anos.

O bloco Burro Elétrico foi o segundo a entrar no corredor da folia. Puxado pelas bandas Capilé e Gota Elétrica, grupo potiguar que toca os sucessos da axé music, empolgou os foliões do bloco, formado por profissionais da imprensa e da comunicação norte-rio-grandense.

A principal atração foi o cantor Bell Marques, um “dinossauro” da música baiana. O bloco Vumbora! arrastou 4 mil foliões, com sucessos do DVD “Fênix”, lançado este ano, e antigos, da época que comandava o Chiclete com Banana. A banda Oito7Nove4 ainda fez a festa na terceira volta do bloco numa apresentação surpreendente.
Swingueira na Arena
Após o percurso dos foliões no corredor da folia, foi a vez da Arena Carnatal mostrar toda a musicalidade com a banda Psirico. Comandada pelo vocalista Márcio Victor, a banda fez todos os foliões requebrarem com muita swingueira e uma percussão pesada com tambores, atabaques, repiques e surdos. Entre as músicas mais curtidas no encerramento do Carnatal, os foliões ouviram da Psirico sucessos como “Lepo Lepo”, “Ela é toda boa” e “Tem Xenhenhém”, além da nova música de trabalho “Mulheres no Poder”.

Com a música “Mulheres no Poder”, o vocalista Márcio Victor reforçou que o Carnatal serve como um termômetro para as bandas lançarem os novos trabalhos, para sentir a energia do público e se preparar para o carnaval em Salvador.
“Mulheres no Poder” o povo já escolheu como a música do Carnatal. A gente vem reverenciar as mulherse e pedindo ao povo que tenha um pouco mais de respeito. A música do Psirico é uma música comercial, mas é uma música que deixa mensagem. Quem não se lembra de “Toda boa”? Ivete cantou, Preta Gil cantou, Anitta cantou. A gente espera que as amigas cantem, porque a música traz uma mensagem de alegria, mas de importância para o cenário feminino”.

Em um camarote temático, o cantor Léo Santana sacudiu os foliões e tocou todos os estilos musicais: do pagode, passando pelo sertanejo, até ao funk. Entre os sucessos, as canções “10%” e “Medo Bobo”, de Maiara e Maraisa, “Infiel”, de Marília Mendonça, “O nosso santo bateu”, de Mateus e Kauan, e “Paredes”, de Jorge & Mateus, além do funk “Bumbum Granada” de Mcs Zaac e Jerry.