Festival Ancorá encerra em Cerro Corá com premiação dos vencedores


Vencedores e organizadores do Ancorá 2

O sábado, 12 de dezembro, marcou o último dia de atividades do Festival Ancorá – Curta Ambiental Nordeste 2015, com o tema “Água, Desafios e Sustentabilidade” em Cerro Corá, município da região Seridó. Em sua segunda edição, que começou na sexta-feira (10), a atração veio com a proposta de difundir o cinema na cidade, e seus quase 11 mil habitantes tiveram a oportunidade de viver a magia da telona. Dessa vez, a iniciativa ressaltou a crescente crise da água, tendo a sétima arte como recurso pedagógico na educação ambiental.

E o principal destaque da noite foi a exibição dos curtas-metragens inscritos para as mostras competitivas. A produção carioca “Não Custa Nada”, dirigido por Edu Pereira, venceu a Mostra Curtas Ambientais do Brasil. Enquanto “O Beato Kaji”, dos diretores Josenira Fraga e Kaiony Venâncio, recebeu menção honrosa. A prata da casa também brilhou através de filmes criados pelos alunos das escolas públicas da cidade nas oficinas cinematográficas. Dos escolhidos da curadoria, “A Gota D’água” ficou com o primeiro lugar na Mostra de Curtas Ambientais de Cerro Corá. Os fãs do cinema ainda foram brindados com a reinauguração do Cine Canário após 30 anos de inatividade, fruto da parceria entre o Ancorá e a prefeitura. Tradicional na história da cidade, o local recebeu as atividades do festival. O público participou de uma roda de bate-papo com especialistas da sétima arte, que falaram sobre a importância social da sala de cinema no interior e a cadeia produtiva do audiovisual potiguar.