Diretores do Curso de Medicina vão exigir explicações sobre declaração atribuída à secretária de Saúde de Caicó

O que tinha tudo pra ter sido uma reunião de conciliação, onde de um lado estava a secretária de Saúde de Caicó, Sandra Brilhante, e do outro médicos-residentes que estão há dois meses sem receber os valores de suas bolsas, devido pelo Município, terminou em um mal-estar, que o Blog do Marcos Dantas ainda não sabe dimensionar o seu tamanho.

À Sandra Brilhante, alguns médicos-residentes têm atribuído declarações de menosprezo ao Curso de Medicina de Caicó. “Ela simplesmente começou a agir com prepotência, dizendo que não via beneficio da Escola de Medicina para Caicó, e até ameaçou que iria rever essa pactuação do Município com a Escola, que ela vinha beneficio para Caicó, que ela não sentia isso, que a Faculdade de Medicina não desonerava a folha de pagamento da Saúde. Menosprezou no que pode. Como também somos professores, a gente se revolta ao ver alguém dizer absurdos dessa natureza”, disse um dos médicos-residentes, que por medo de represálias, pediu o anonimato.

Diretores do curso já foram comunicados da declaração da secretária, e devem se reunir com o prefeito, logo que ele retorne de Brasília, para pedir explicações se, o suposto pensamento da secretária é o mesmo do prefeito. Na reunião, Sandra prometeu pagar o mês de Junho no dia 30 deste mês, e provavelmente o de Julho no dia 10 de setembro, não dando previsões otimistas de quando os residentes receberão os salários de Agosto.

  • “Doeu ouvir da secretária de Saúde de que o Curso de Medicina não faz diferença pra Caicó. Um curso está aqui há mais ou menos três anos, e neste período a UFRN já lançou residentes de Medicina da Família na rede para atender municipal, onde o município paga apenas uma bolsa e o resto é Federal; já lançou uma residência de clinica-médica com três vagas, com residentes rodando na UTI do Hospital Regional, tem residência em cirurgia na cidade de Currais Novos, e também atende demanda daqui. Tem os professores com mestrado, doutorado, especialistas na Faculdade e que atendem a população. Vai inaugurar a Clinica-Escola , com milhões de reais investidos, que ofertará atendimentos de pediatria, ginecologia, endocrinologia, nefrologia, cardiologia, vai ter praticamente todas as especialidades para atendimento acadêmico, junto a população de Caicó, praticamente a custo zero. O maior prédio do Ceres de Caicó será o do curso de Medicina. O curso já investiu milhares de reais nas unidades básicas de Saúde de Caicó, e quando pedimos uma pilha à secretaria de Saúde, ela diz que não tem. Como é que a secretária de Saúde diz um absurdo desse, todos nós saímos revoltados da reunião com o menosprezo que ela teve pelo curso de Medicina. Ela já fez tanta promessa de pagamento que ninguém acreditou”, finalizou o residente ouvido pelo Blog.