Marcos Dantas

Delegados, agentes e escrivães da Polícia Civil paralisam atividades no dia de hoje


Os delegados da Polícia Civil do Rio Grande do Norte vão cruzar os braços nesta terça-feira (18). A paralisação é um protesto contra os atrasos de salários e indefinição por parte do Governo do Estado quanto à data do pagamento dos profissionais. Além dos delegados, agentes e escrivães também realização um ato na terça-feira.

A Associação dos Delegados de Polícia Civil do Rio Grande do Norte (Adepol) explicou que foram realizadas pelo menos duas reuniões recentes com membros do Governo do Estado, quando informaram aos profissionais sobre a crise financeira do estado e a impossibilidade de pagamento dos salários, até o momento. Por isso, os delegados e os policiais civis decidiram pleitear tratamento diferenciado à categoria.

Na reunião junto a agentes e escrivães, os profissionais decidiram solicitar ao governador a inclusão dos servidores da Polícia Civil dentro do percentual de servidores que estão sendo pagos, “pois não há como as categorias permanecerem trabalhando motivados sem receber seus devidos pagamentos”.