Delator da JBS indica que gravou equipe de Janot durante reunião


Em um arquivo recuperado pela perícia da Polícia Federal, o advogado e delator da JBS Francisco de Assis e Silva insinua possuir a gravação de uma reunião com a equipe de Rodrigo Janot, ex-procurador-geral da República, durante as negociações de colaboração premiada.As informações foram publicadas pela Folha de S. Paulo.

A gravação resgatada também sugere mais uma vez a atuação do ex-procurador Marcello Miller como advogado na delação dos executivos do grupo quando ainda tinha cargo no Ministério Público Federal do Rio de Janeiro.O ex-procurador virou pivô de uma crise que levou o STF (Supremo Tribunal Federal) a suspender temporariamente os benefícios de dois delatores do grupo.Miller é suspeito de ter atuado no acordo como advogado da JBS enquanto ainda era procurador. Ele pediu exoneração em março, mas só deixou o MPF em abril.Mensagens encontradas pela polícia já revelaram sua participação no caso.