Coronel Dancleiton pede exoneração do comando geral da PM. Na véspera o governador disse na 96 FM que mudaria o comando


O comandante-geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, coronel Dancleiton Pereira Leite entregou nesta sexta-feira (23) o pedido de exoneração ao governador Robinson Faria. Dancleiton alega motivo de ordem pessoal para deixar o cargo, um ano após ter assumido, sucedendo o também coronel PM Ângelo Mário de Azevedo Dantas.

Há uma semelhança na saída dos dois últimos comandantes da PM. Ambos foram exonerados pelo governador Robinson Faria durante entrevistas que este concedia na mídia. Coronel Ângelo durante uma entrevista do governador na InterTV e Dancleiton durante uma entrevista de Robinson Faria, no Jornal das 6 da noite, na 96 FM de quinta-feira (22).

Dancleiton Pereira afirma que apesar das dificuldades financeiras, conseguiu alcançar as metas que havia planejado e a questão de efetivo reduzido da corporação é um problema antigo, e que influi diretamente na obtenção de outros resultados. Os índices de violência registrados no Estado, segundo ele, não podem ser atribuídos somente ao déficit de pessoal.