Marcos Dantas

Consult aponta vitória de Carlos Eduardo já no 1º turno


_fcz2593

Do Novo Jornal –  O prefeito Carlos Eduardo (PDT) segue na reta final da campanha eleitoral com 54.5% das intenções de votos, de acordo com a pesquisa NOVO/98FM/Consult. Isso significa que, se as eleições fossem hoje, ele estaria reeleito no primeiro turno.

A pesquisa, registrada sob nº RN 09862/2016, foi divulgada no programa Repórter 98, da Rádio 98 FM, e foi realizada entre os dias 17 e 19 de setembro com 800 pessoas. A margem de erro é de 3.5 pontos percentuais e tem 95% de confiabilidade.

Os 54.5% de Carlos Eduardo representam um avanço de quase 18 pontos percentuais em comparação com a primeira pesquisa que o NOVO divulgou no início de junho passado, quando o prefeito já liderava com 36.3% das intenções num cenário com 13 candidatos.

Os candidatos Fernando Mineiro (PT) e Márcia Maia (PSDB) estão empatados com 6.3%. Depois vem Kelps Lima (SD), com 5.1% e Robério Paulino (PSOL), com 4.5%. Rosália Fernandes (PSTU) e Freitas Júnior (REDE) estão com 0.3% e 0.1%, respectivamente. Conforme o levantamento, agora, 14,3% afirma que não votará em nenhum dos candidatos e 8,8% não soube dizer

Os números foram apresentados no programa Repórter 98, que contou com a presença dos jornalistas Felinto Rodrigues, Jean Valério e Everton Dantas, Executivo de Conteúdo do NOVO; e também com o diretor do Instituto Consult de Pesquisas, Paulo de Tarso.

Na opinião de Jean Valério o resultado da pesquisa aponta para uma definição em primeiro turno. “Vejo um quadro muito consolidado. Na pesquisa espontânea o percentual é muito alto. A eleição parece estar se encaminhando para uma eleição em primeiro turno”, avaliou. “Se a eleição fosse hoje seria decidida em primeiro turno, mas muita coisa acontece nos últimos dez dias de campanha”, observou Paulo de Tarso.

Na pesquisa espontânea, quando os entrevistadores não citam nomes de candidatos, 47.8% das pessoas entrevistadas responderam que votariam em Carlos Eduardo . Os candidatos Fernando Mineiro (3.8%), Márcia Maia (3.3%) e Robério Paulino (3.1%) aparecem na sequência.

No entanto, 22.5% não souberam dizer em que vão votar e 16% disseram não votar em nenhum. Kelps Lima e Rosália Fernandes apareceram com 0.1%.

Quando se trata da pesquisa estimulada (quando os entrevistadores citam os nomes) observa-se que todos os candidatos subiram nas intenções de votos, comparando-se com a pesquisa anterior. Depois de Carlos Eduardo, que está com 54.5%, a candidata Márcia Maia, que aparecia em nono lugar com 1.6% entre 13 candidatos, foi a que mais cresceu nas intenções de votos, alcançando 6,3%.

Já o universo dos que estavam decididos não votar em ninguém caiu de 23.8% para 14.3% e os indecisos que somavam 12% agora são 8.8%. “Chama muito a atenção essa quantidade dos que não querem votar porque esperava-se mais, visto o momento político em que estamos vivendo”, ponderou o jornalista Felinto Rodrigues.