Brasil fechou mais de 2 milhões e 850 mil postos de trabalho nos últimos dois anos


As regiões do Sul, Sudeste e Centro-Oeste apresentaram dados positivos na criação do emprego. Já o Norte e Nordeste reduziram o número de vagas de empregos com carteira assinada.

A queda sazonal da produção agrícola, em especial a cana-de-açúcar, explica a perda de empregos no Nordeste.

Mesmo com a melhora, no acumulado dos últimos dois anos, quando começou a queda no emprego formal, o Brasil fechou mais de 2 milhões e 850 mil postos de trabalho.