Berço do PT, São Bernardo do Campo tem disputa entre antipetistas


Luiz Inácio Lula da Silva não tem em quem votar no segundo turno em São Bernardo do Campo. A cidade, berço do movimento sindicalista que consagrou o ex-presidente e deu origem ao PT, não escolheu Tarcisio Secoli, candidato do atual prefeito petista Luiz Marinho.

Na disputa, seguem o deputado estadual Orlando Morando, 42, tucano que surfa na onda do antipetismo, e o deputado federal Alex Manente, 37, do PPS e que votou pelo impeachment de Dilma Rousseff.

No carro de som no bairro Rudge Ramos, Morando prega ser a verdadeira oposição ao PT –chama o adversário de “genérico”. “É a certeza de tirar o PT do poder. Eu sou o único que nunca esteve do lado do PT”, discursa.

O tucano explora o fato de Manente ter apoiado Marinho no segundo turno em 2008. O prefeito petista venceu Morando com 58% dos votos. Manente ficou em terceiro, com 12% dos votos.

O candidato do PPS diz não se arrepender da escolha à época, lembrando que neste ano votou pelo impeachment. “O segundo turno era continuar com o passado negro ou uma mudança, representada pela candidatura do Marinho”, diz. Entre 1996 e 2008, a cidade foi governada por Maurício Soares e seu vice, Dr. Dib, que passaram pelo PSB e PSDB.