Marcos Dantas

Aumento de aposentados do INSS deve ficar em 6,58%


O aumento dos benefício previdenciários acima de um salário mínimo deverá ser de 6,58%. O reajuste é equivalente ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), usado como referência para a variação dos benefícios. O aumento da tabela de contribuição deverá variar na mesma proporção.

Isso significa que, pela primeira vez em 20 anos, as aposentadorias e pensões do INSS de quem ganha acima de salário mínimo será superior à variação do salário mínimo, que teve reajuste de 6,48% e passou de R$ 880 para R$ 937 no dia 1º de janeiro.

A portaria que oficializa o reajuste deverá ser publicada no Diário Oficial da União (DOU) pelo governo federal. Ontem, o portal G1 informou que, questionado sobre a aplicação do INPC para o reajuste dos benefícios previdenciários de quem recebe acima do mínimo, o Ministério da Previdência explicou que desde 2003 a correção é feita utilizando essa referência, conforme o previsto na Lei 8.213/91, mas ainda não confirmou se o reajuste de 2017 será oficializado em 6,58%.