Artigo do Leitor: “O que é cidadania?”

Por Jessiane Fernandes
Professora

No dicionário encontramos a seguinte definição – exercício dos direitos e deveres inerentes às responsabilidades de um cidadão: votar é um ato de cidadania. No âmbito escolar, a LDB (Lei de Diretrizes e Base da Educação Nacional), trata do exercício da cidadania no Art. 2º. 

A educação, dever da família e do Estado, inspirada nos princípios de liberdade e nos ideais de solidariedade humana, tem por finalidade o pleno desenvolvimento do educando, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho.

Pensar no exercício da cidadania é enxergar de fato o lugar em que se vive; é compreender os direitos e os deveres essenciais a cada situação de um cidadão. A construção da cidadania deve basear-se nos princípios democráticos, respeitando para ser respeitado, excluindo os pensamentos preconceituosos sobre as diferenças culturais, religiosas, racial, bem como das pessoas com necessidades especiais. Afinal, somos diferentes, não há no mundo um ser igual ao outro, e nesse Brasil tão gigante, a pluralidade cultural é uma dádiva.

Votar é um ato de cidadania como bem diz o dicionário; para a mulher, esse direito foi conquistado apenas em 24 de fevereiro de 1932, mas em Mossoró Celina Guimarães Viana foi à primeira mulher na América Latina a votar em 25 de novembro de 1927, há exatos 90 anos. Dessa forma nossa participação diretamente na política tem poucos anos.

Hoje somos maioria no país, mas, com poucas representações nos três poderes (executivo, legislativo e judiciário), e, ultimamente, tem havido uma campanha maciça para a população votar nulo ou em branco, devido à desesperança que se instalou neste país.

Porém, a conquista de ter direito a escolher seus representantes foi demorada e difícil para as mulheres daquela época, penso que ir ao encontro dessa campanha é trair a luta das mulheres do passado, que enfrentaram tantas dificuldades para finalmente ter a igualdade de direito dos homens.

Os cidadãos têm que ser conscientes de suas atitudes no dia a dia, a corrupção que se instalou no Brasil tem ligação com a falta desta prática. Os atos comuns são as trocas de favores pequenos ou grandes por votos. Enquanto o exercício da cidadania não for pleno, teremos esse modelo de país que vivemos!