Aluguel de anexo pela Câmara Municipal de Parelhas pode parar no Ministério Público


Nas redes sociais, alguns parelhenses não concordaram com a atitude da Câmara Municipal, de alugar um prédio por 2 mil reais/mês, para servir de anexo ao Poder Legislativo. Eles sustentam o discurso de que é desnecessário tal investimento para a demanda que o Poder Legislativo exige em Parelhas.

O grupo criado nas redes sociais promete ir a Câmara na próxima sessão da quinta-feira (23) cobrar explicações da Mesa Diretora, e não descartam a possibilidade de acionarem o Ministério Público para apurar o caso, além de contratações de novos servidores que estão sendo feitas pela Câmara.