Além de autorizar a investigação, ministra do STF também atendeu pedido de coleta de provas

Além de autorizar a investigação, a ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF) também atendeu pedido de diligências, ou seja, coleta de provas. Ela liberou a coleta de dados sobre prestação de contas; depoimentos sobre os repasses de dinheiro ao deputado federal Fábio Faria (PSD) no Supermercado Boa Esperança, em Natal e em relação às notas emitidas; além dos depoimentos de Fábio Faria e do governador Robinson Faria (PSD).

 

Para a ministra, as diligências pedidas “se mostram proporcionais sob o ângulo da adequação, razoáveis sob as perspectivas dos bens jurídicos envolvidos e úteis quanto à possível descoberta de novos elementos que permitam a investigação avançar”.