Agripino defende que todos os parlamentares do RN no Congresso destinem emendas de bancada para a transposição


Preocupado com os baixos índices das barragens no Rio Grande do Norte, o senador José Agripino (RN) propôs nesta quarta-feira (5) que os onze parlamentares potiguares destinem suas emendas de bancada para a transposição do Rio São Francisco. O pedido foi feito durante audiência da Comissão de Desenvolvimento Regional (CDR) sobre o tema, com a presença do ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho.

“Na próxima reunião com a bancada federal, vou propor que, assim como eu fiz este ano, os parlamentares do Rio Grande do Norte destinem suas emendas de bancada para a transposição”, destacou Agripino. “E aproveito ainda esta reunião na CDR para sugerir que uma das emendas de bancada desta comissão seja específica para o ramal do Apodi”, acrescentou o senador, que também é presidente nacional do Democratas.

José Agripino defendeu ainda que parlamentares do Nordeste destinem o máximo de recursos possível no orçamento da União para a transposição do rio São Francisco. “Com essas três ações práticas, nós saímos da dúvida para uma perspectiva segura em prol desta obra que beneficiará milhões de pessoas”, frisou Agripino. A audiência, proposta pela senadora Fátima Bezerra (PT-RN) reuniu parte da bancada potiguar e também contou com a participação de Dom Jaime Vieira, o arcebispo de Natal, Dom Antônio Carlos, bispo de Caicó, e Dom Mariano Mazana, bispo de Mossoró.