Advogada Patrícia Gambarra esclarece acordo para suspensão condicional do processo


Em suas redes sociais, a advogada parelhense Cícera Patrícia Gambarra esclareceu o acordo feito com o Ministério Público de Parelhas, para a suspensão condicional de um processo que ela, e o candidato a prefeito Dr. Tiago Almeida estavam respondendo. O Blog do Marcos Dantas destaca a versão da advogada:

Hoje acordei com várias postagens onde falava no meu nome. Primeiramente quero dizer que sou advogada militante escolhi essa profissão e sou apaixonada por ela. Durante muitos anos para alguns que hoje me acusam e tentam jogar meu nome na lama, era a salvadora da pátria a melhor advogada do mundo.

Hoje vários comentários de natureza infeliz se reportam mencionando que fui condenada. Querido amigos, quero esclarecer que ontem o Ministério Público, em uma ação penal, propôs a suspensão condicional do processo, para alguns que não entende o que seja é um benefício que a Lei do Juizado Especial concede para pessoas que nunca foram processadas, ficando o processo suspenso por um prazo de dois anos e em seguida arquivado, sem constar nenhum antecedente criminal.

Aceitei a suspensão do processo, no entanto algumas pessoas que postaram em grupos e no face que fui “CONDENADA”, responderá na JUSTIÇA. Não vou aceitar que joguem meu nome na lama, vou continuar na Cidade de Parelhas, sendo Advogada com muito orgulho, pois tenho muita competência em tudo que faço. Não vou baixar a cabeça para ninguém, pois não é da minha índole.

Espero sinceramente aqueles que um dia ajudei de forma gratuita sem cobrar nada de honorários e hoje posta fatos com meu nome, usem da sua consciência. Os inimigos não vão me destruir. Tenho profissão e trabalho com honradez.

Cícera Patrícia Gambarra